Imortais inovando

26 mar

E quem disse que o Twitter é sinal de que o ser humano caminha para o grunhido? Tudo bem, José Saramago disse. Respeitamos, obviamente, sua opinião de único Nobel de Literatura da língua portuguesa e sabemos bem que o assunto rende uma boa discussão.

Nem todos concordamos, porém. É o caso da Academia Brasileira de Letras, que parece não ver grandes limitações nos 140 caracteres. A Academia, que já havia se engajado na novidade tecnológica e criado seu perfil (hoje, com mais de 4.500 seguidores), lançou, no dia 15 deste mês, um concurso de microcontos que não admite mais do que os tradicionais cento e quarenta símbolos. Para participar, há algumas exigências, entre elas ser seguidor do Twitter da Academia. É, importante, também, ler o regulamento no site e estar atento à ortografia, coerência e coesão do pequeno texto.

O atual presidente da ABL, Marcos Vinicios Vilaça conta animado: “(…)Meus netos não saem do Orkut, do MSN, do Twitter… Se é lá que a juventude está, é lá que precisamos ir. Se num primeiro momento os moços não vêm à Academia, então a Academia precisa ir até eles… Para muitos deles, até ser apresentada. São horas que eles passam a fio teclando – como dizem no linguajar próprio”

Anúncios

Deixe seu comentário indecente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: