Harder, Better, Faster, Stronger

17 nov

Estreia, daqui a um mês, a sequência de Tron, o marco da tecnologia no cinema dos anos 80

Muitas das tentativas da Disney Pictures de se aproximar do mercado cinematográfico mais adulto não têm obtido muito êxito (vide A Lenda do Tesouro Perdido, Príncipe da Pérsia, etc.). No próximo dia 17, porém, haverá a estreia mundial de um longa que deve arrebanhar a parcela 30+ da população aos cinemas, bem como conquistar uma generosa quantidade de adeptos da faixa mais jovem, resultando no que pode ser uma das maiores bilheterias deste ano: Tron – O Legado.

Não é por acaso que os cinemas se encherão de marmanjos: Tron – O Legado (Tron: Legacy) é a sequência de um clássico insubstituível da ficção científica, Tron (1982), escrito e dirigido por Steven Lisberger. Esse primeiro filme é lembrado como um impacto no cinema dos anos 80, sendo um dos primeiros filmes a utilizar a computação gráfica como instrumento cinematográfico em uma escala tão ampla. O pioneirismo no mundo digital, no entanto, não poderia ser de outra forma dado o roteiro: a história de um homem que é absorvido por um programa de jogos digitais e se vê num mundo eletrônico bastante hostil. Talvez também por isso Tron tenha perpetuado na memória das pessoas: trata-se de um manifesto à inquietação da sociedade da década de 80, que via os video-games invadindo suas casas e roubando a companhia de seus filhos. O resultado da soma “computação gráfica + anos 80 + jogos digitais” resultou numa estética tão particular e tão poderosa que espalhou sua influência pelo universo do sci-fi e do design de representações eletronico-futurísticas, podendo ser apreciada até hoje em filmes como os da trilogia Matrix (1999 – 2003). Dessa forma, Tron se tornou um filme cultuado, e rendeu à Disney um bom capital ao estender a franquia aos quadrinhos e, quem diria, aos video-games.

Vê-se, portanto, a responsabilidade épica que Tron – O Legado carrega ao retomar essa preciosa herança, de forma que o título da sequência lhe cai como uma luva. Os trailers e materiais promocionais, contudo, indicam que a continuação de Tron não veio a passeio. A estética foi relida e atualizada de uma forma que considerei bastante apropriada (se não por qualquer coisa, merece ser visto pela fotografia e figurinos) e os efeitos especiais, bom, diria que espero mais desses do que vi no aclamado Avatar (que, convenhamos, consiste basicamente de efeitos especiais bacanas). Encher os olhos, porém, não basta ao um sucessor do clássico da ficção científica. Tron – O Legado precisa fazer uma boa ponte com o enredo original e resgatá-lo acrescentando-lhe um “algo mais” sem desviar do contexto do primogênito, sob pena de desagradar os fâs, o acidente mais comum em situações como essa.

Finalmente, expliquemos o título do post. Um deleite à parte da continuação é a especialíssima participação da dupla de música eletrônica Daft Punk (que, confesso, me motivou um bocado à expectativa pelo filme). A Disney já soltou, inclusive, um pseudo-clipe/pequeno trailer da música Derezzed, que figurará na trilha sonora a ser lançada em 07/12/10 (merece ser visto em alta definição):

Steven Lisberger retorna à sequência no papel de produtor e faz até uma ponta no longa, que tem sua estreia mundial a 17/12/10, enquanto a direção fica a cargo do estreante Joseph Kosinski. Aguardemos.

 

Anúncios

Uma resposta to “Harder, Better, Faster, Stronger”

  1. Flagrare 19/11/2010 às 12:17 #

    A expectativa é que Tron: Legacy consiga fazer uma releitura digna de forma a honrar o pioneirismo do primeiro filme. É interessante citar que Tron, por ser uma referência em conceitos, tanto em sua experimentação visual cinematográfica quanto em seu roteiro digital precursor, tem diversas paródias, em especial em desenhos animados como em “O Laboratório de Dexter” e “Uma Família da Pesada.” Nada mais justo para um filme de peso.

    – “What am I supposed to do?”
    – “Survive.”
    Que seu roteiro possa faze-lo ao enfrentar o legado do primeiro.

Deixe seu comentário indecente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: