Metáfora

7 maio

“In my opinion, the only controversial thing about this video [JUDAS] is that I’m wearing Christian Lacroix and Chanel in the same frame.” – Lady Gaga

"Let the Cultural Baptism begin"

Não, o mais legal no videoclipe de JUDAS não é a gangue de apóstolos motoqueiros. Nem o revólver-batom, nem o vestuário metal/gospel, nem o batismo de cerveja, nem o sagrado coração feito por balas de revólver. Nem a fotografia pictórica e os cenários da Jerusalém underground do século XXI. E também não é a música que emula Bad Romance, expandindo sua sonoridade e letra a níveis muito mais altos. É claro que todos esses elementos são interessantíssimos e instigantes, mas o que se destaca no vídeo é a capacidade de Gaga de transmitir suas ideias da forma mais clara e coerente possível. Durando somente cinco minutos e alguns segundos, JUDAS foge dos padrões de curta-metragem dos trabalhos anteriores da artista, porém se destaca entre os antecessores por utilizar, da melhor maneira possível, a linguagem do videoclipe, que engloba imagens-choque, movimentação dos dançarinos e câmera de forma narrativa e emblemática e clareza na transmissão de ideias. Não há a necessidade de contar uma história (afinal, neste caso, a história por trás do clipe já está bem consolidada no maior best-seller de todos os tempos, a Bíblia), mas sim de transmitir, através de metáforas visuais, a mensagem da música, que passa longe de blasfêmias. Isso é feito com mestria por Lady Gaga, que, junto a sua equipe de criação, a Haus of Gaga, faz sua estreia como diretora, ao lado de Laurie Ann Gibson, sua coreógrafa. É muito estimulante saber que a artista mais popular atualmente trabalha com um embasamento teórico e referencial tão bem estruturado, levando, ao maior público possível, criações que não subjugam a capacidade intelectual dos espectadores. Muito ao contrário, despertam o senso crítico e estimulam o debate de temas humanos e profundos. JUDAS é, por fim, uma experiência extremamente rica visual e psicologicamente, sem ser pretensiosa ou ofensiva a qualquer credo.

Anúncios

Deixe seu comentário indecente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: