Lirismos de Quinta – 09/11/2011

10 nov

Um lindo poema que minha querida amiga Gabriela me mostrou e a quem dedico os Lirismos de hoje.

Emergência – Mário Quintana

Quem faz um poema abre uma janela.
Respira, tu que estás numa cela
abafada,
esse ar que entra por ela.
Por isso é que os poemas têm ritmo
– para que possas profundamente respirar.
Quem faz um poema salva um afogado.

Anúncios

3 Respostas to “Lirismos de Quinta – 09/11/2011”

  1. Gabriela Meira 10/11/2011 às 16:26 #

    Nossa! estou honradíssima! pena que não coube o poema inteiro,que é uma lindeza só!
    beijos à Cecela e aos Eveanos queridos!

    • Gabriela Meira 10/11/2011 às 16:34 #

      *Correção: desculpe,o poema está inteiro mesmo.Aqui é que não abriu todo.

  2. André Felipe Souza Cecílio 17/11/2011 às 19:37 #

    Esse poema é uma das epígrafes da minha vida.

Deixe seu comentário indecente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: