Lirismos de Quinta – 04/10/2012

4 out

BLUES

Como levar alguém que vai morrer

pra ver o sol nascer

como se fosse a primeira vez

Como um garoto cruzando o Atlântico num barco a vela

Como uma jovem mãe que perde o filho

no parque de diversões

Tipo esses filmes ruins que me fazem chorar

como um idiota que perdeu a paz

Como o garoto solitário

que entra de penetra na festa de aniversário

Como o filho cobrindo os pés do pai

à beira da morte

Como o viciado contando os dias

que permanece limpo

Como alguém que desistiu de ver o pôr-do-sol

Como alguém fechando a tampa do piano

Como alguém que você espera

entrando pela porta

Como alguém que você sempre esperou

e que nunca vai entrar

Como aquela mulher que não vai voltar

Como aquelas desavenças que nunca deixamos pra lá

Como aquelas coisas que julgávamos indispensáveis

e que depois de muitos anos

encontramos no vão do sofá.

 

Mario Bortolotto,

Dramaturgo bem foda que tem até uma banda de blues:

Anúncios

Deixe seu comentário indecente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: