O silêncio está presente

27 fev

Artista performática revive trabalhos e paixões antigas

Marina-Abramovic-01

Na década de 70, uma das pioneiras da arte-performance, a sérvia Marina Abramovic, viveu uma intensa e poderosa história de amor com um artista chamado Ulay. Os 12 anos que passaram juntos renderam diversas obras, inclusive uma viagem de 5 anos num furgão realizando performances diversas.

Em 1988, porém, o casal com um quê de Frida Kahlo e Diego Rivera deixou de sentir que a relação lhes acrescentava e, portanto, resolveram se separar. Para tal, fizeram uma viagem até a China a fim de percorrer A Grande Muralha. Mas em sentidos opostos. Cada um se posicionou em um dos extremos do quilométrico monumento e iniciou sua jornada em direção ao outro. Foram meses de caminhada se aproximando cada dia mais até se encontrarem no meio, onde deram um último abraço. Depois disso, seguiram, literalmente, seus caminhos opostos, sem jamais voltar a se ver, se falar ou mesmo se corresponder.

Em 2010, o Museu de Arte Moderna de Nova York, o MoMa, fez uma grande retrospectiva do trabalho de Abramovic. Foram exibidas fotos, vídeos e outros materiais das performances mais marcantes da artista, algumas delas frutos da parceria com Ulay. A própria Marina Abramovic fez parte desta exposição, realizando uma performance de nome The Artist is Present, em que ela dividia um minuto de silêncio com quaisquer estranhos que se dispusessem a sentar-se com ela. O espaço era uma grande sala vazia, exceto por uma mesa e duas cadeiras, em umas das quais Marina se sentava de olhos fechados esperando que um visitante se sentasse com ela para, só então, abrir os olhos e desfrutar da companhia um do outro. O trabalho produziu emoções intensas naqueles que experimentaram o olhar da artista, algumas delas registradas nas expressões fotografadas.

Marina AbramovicO que Marina não esperava era que 23 anos depois do último contato, Ulay visitaria sua exposição e se submeteria à performance de The Artist is Present. A surpresa acabou reascendendo, espontaneamente, a frutífera parceria para produzir um dos minutos em vídeo mais intensos de que consigo me lembrar.

 

Mais informações sobre esse encontro e todo o processo de preparação da artista para a retrospectiva de seu trabalho podem ser conferidas no documentário Marina Abramovic: The Artist is Present, de 2012.

Anúncios

Deixe seu comentário indecente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: