Arquivo | Ilustração, pintura e escultura RSS feed for this section

Dia dos Pais

11 ago

dia-dos-pais

Viagem a Tulum – Fellini, Castaneda, Manara e Jodorowsky

9 out

Lendo “Conversando com Carlos Castaneda”, antropólogo que publicou uma série de livros narrando sua formação em xamanismo por Don Juan Matus, o xamã Yaqui com quem Castaneda teve uma aprendizagem de dez anos a partir de 1960, descobri que ele não só era amigo de Federico Fellini como o cineasta declarou, em 1985, o desejo de fazer um filme baseado na saga de Don Juan. Castaneda ficou de ir ao México acompanhá-lo, mas infelizmente mudou de ideia. Fellini foi ao México com sua equipe e, dessa experiência, surgiu a ideia do roteiro para uma história em quadrinhos que  me deixou em êxtase ao fazer um combo de três das minhas pessoas preferidas: com ilustrações de ninguém menos que Milo Manara, roteiro de Fellini e participação do cineasta Alejandro Jodorowsky (como personagem), Viagem a Tulum cria um ambiente onírico, surreal e deliciosamente fascinante.

“Tínhamos um acordo implícito: ele era o cineasta, e eu era seu “câmera”, diz Manara que não foi à cidade, mas contou com a incível memória fotográfica de Fellini e suas descrições detalhadas. lguns momentos da feitura dessa autêntica novela gráfica. O resultado final é admirável: em clima felliniano (e com sacanagens manarianas), entre a magia e o deslumbramento gráfico-sequencial, os dois personagens principais (um senhor e uma jovem) visitam uma lendária Cinecittá, à procura do próprio Fellini, e nela encontram algumas figuras de suas obras, vivenciadas por Giulitetta Masina, Anita Ekberg, além de Marcello Mastroianni.

E parece que essa aventura do cineasta vai ser realmente levada ao cinema em duas ficções: “Soñado Tulum”, em processo de pós produção e que foi dirigido pela mexicana Tiahoga Ruge e “Viaje a Tulum”, que está sendo filmado desde 2011 e é dirigido por Marco Bartoccioni.

Ah, e tem ilustrações do Fellini também.

Pra baixar, clique aqui 

O Surrealismo de Emil Alzamora

4 out

“A forma humana é uma constante dentro de meu trabalho. Estou interessado em explorar o que significa habitar um, geralmente exagerando ou distorcendo diferentes aspectos da forma para revelar uma situação emocional ou física, ou contar uma história. Limitação e potencial são tão humanos quanto a carne e tão difíceis quanto tangíveis. Em meu trabalho eu luto para fazer visível essa interação.”

Toxiconomist, 2008.

Afterlife Afterthought, 2005.

Nascido em 75, no Peru, começou sua carreira de escultor em 98 e desde então faz de materiais como bronze, gesso, alumínio e mármore uma arte contemporânea ímpar combinando o idealismo grego do corpo jovem com a proposta surrealista.

Haze, 2008.

Suas obras desafiam nossas concepções sobre o corpo humano ao combinar o belo e o grotesco, suas esculturas se contorcem no espaço, parecendo desafiar a gravidade enquanto seus membros se ampliam e comportam-se além dos limites naturais.

Masochist, 2004.

Uma dose de realismo nos desenhos infantis

11 set

What would a child’s drawing look like if it were painted realistically?

Já pensou como ficariam os desenhos infantis se eles fossem pinturas realistas? O projeto The Monster Engine pega desenhos feitos por crianças e os transforma em pinturas realistas. A idéia surgiu em 1998, quando o autor do projeto, Dave DeVries, ao observar os desenhos de sua sobrinha em seu caderno ficava imaginando texturas, sombras, cores além de imaginar como ficariam em em um efeito 3D. Por ser um pintor e ilustrador da Marvel e DC Comics, Dave trabalha diariamente com essas técnicas, e começou a se perguntar por quê não aplicá-las nos desenhos de sua sobrinha. Bem como é dito por ele, “nada de pesquisa ou anos de trabalho árduo, apenas a curiosidade de ver os desenhos de Jessica ganharem vida.” Alguns dos desenhos, à primeira vista, parecem assustadores, causando certo estranhamento, mas, a meu ver, essa sensação é devido à perspectiva de um adulto dos desenhos infantis.

The Monster Engine virou um livro de 48 páginas com uma coleção de desenhos, pinturas, fotos e entrevistas do projeto. Confira as fotos de alguns destes desenhos infantis que viraram pinturas realistas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

(via @ideiasbizarras)

Sweet Strangers – Quina Galeria convida

29 ago

No próximo dia 06 de setembro (terça-feira antes do feriado) será o evento de abertura da exposição “Sweet Strangers“, com trabalhos de Alessandro Aued, Paolo Mandatti e Rico Maciel, das 19h às 22h. A música no dia do evento ficará por conta do DJ Raposa, do Fone Dourado, que estará discotecando no local, que, por sinal, também é bastante convidativo: Quina Galeria, que fica no tradicional Edifício Maletta, rua da Bahia, 1148,  sobreloja 06, no centro de Belo Horizonte. As obras ficaram expostas até o dia 23/09. Quem quiser saber mais informações, é só dar uma conferida no evento do Facebook.

Stupid Suits – Fantasias Idiotas

17 jun

Como um artista

29 maio

Uma tira pra gente reler quando vierem aqueles pensamentos bobos sobre nós mesmos e nossas capacidades: