Tag Archives: arte

Ser y Grafia

22 nov

Em 2010, a Quina Galeria reafirmou sua importância para a arte contemporânea de Belo Horizonte. Infelizmente, o ano está terminando e é hora (já?) para a última exposição de 2010. Mas temos certeza de que 2011 será ainda mais cheio de ótimos eventos, exposições e novos artistas na promissora galeria.

Dessa vez, a Quina traz o melhor da serigrafia de nosso país e de nossos irmãos argentinos. A sempre animada abertura acontecerá neste sábado e a exposição estará aberta até o dia 12 de Dezembro. Imperdível!

Os amores de Joapa

25 out

Acredito que o que marca mais o trabalho artístico de João Paulo Tiago seja amar demais.Joapa ama a cultura japonesa, as cores saturadas, os traços negros, finos e precisos, as aquarelas simples e geniais, as fantásticas histórias dos mangás e animes, a mensagem de amizade de Doraemon, os grandes e expressivos olhos, os corpos diminutos e grandes cabeças fofas dos chibis.

Ama o homoerotismo, as frontes baixas, as sobrancelhas grossas, os corpos definidos e vigorosos, as curvas fechadas, os pêlos, as barbas, os cabelos curtos, a comunhão entre dois semelhantes, o suor trocado, os suspiros úmidos, as relações que, de tão naturais, chegam a parecer pecaminosas.

Ama o Sagrado, o Espírito Santo, a paixão dos corações ardorosos e dilacerados, o Pai, a Mãe, o dourado, o azul e o vermelho das igrejas barrocas, as luzes vacilantes das velas em procissão.

Ama a música pop, dançar como se ninguém estivesse vendo, as coreografias, os videoclipes, os hits, os absurdinhos, os clubs, as pick ups, os remixes, as noites caramelizadas e alcoolizadas, os pubs, o suor no fim da noite, os amigos de uma noite e de uma vida inteira, a ressaca moral do dia seguinte.

Ama a poesia, seja nos versos de Drummond, nas epifanias de Clarice, nos vídeos de Björk ou nos desfiles de Lee.

Ama Lady Gaga, a diversão, o just dance, o little bit too much, os soldiers, a liberdade, a divice e as surpresas.

Ama o café, o chá, as massas e outros petiscos, seja em casa, seja no bar, mas sempre em companhia dos amigos.

Ama envolver-se, jogar-se, seja na arte, seja nos relacionamentos. Porém, tanto amor pode acabar se transformando em ódio ou amargura, mas sempre vem um novo amor apagar os resquícios ruins daquele que não deu certo.

Ama até quando o amor é uma paixão fingindo que é amor.

Afinal, acho que Joapa ama mesmo é amar. Ama o amor, pura e simplesmente.

Black Drawing Chalks

17 mar

Todos os países tem grandes talentos que são valorizados apenas no exterior, com pouca projeção no próprio território nacional. Com o Brasil não é diferente. É o caso dos Black Drawing Chalks, que estiveram aqui em Belo Horizonte no ano passado. Trata-se de um quarteto que produz um fantástico rock’n’roll, daqueles realmente puros, destilados. As guitarras distorcidadas e o som puxado são um deleite. Lembra um pouco bandas como Queens of the Stone Age, Forgotten Boys ou Hellacopters. O hit mais famoso da banda (vide abaixo) foi, inclusive, eleito pela Rolling Stone Brasil como a melhor música nacional de 2009! Quer conferir a lista inteira? Venha por aqui.

E, como se não bastasse as ótimas músicas que a banda fabrica, eles tem o pró de serem estupendos artistas gráficos, como se pode verificar no videoclipe da faixa “My Favorite Way” abaixo (sim, os desenhos foram feitos por integrantes da banda):

Os BDC têm, já, dois álbuns, sendo o primeiro intitulado Big Deal e o segundo, Life is a Big Holiday for Us:

Entretanto, a surpresa vem mesmo é na origem da banda. Vi gente se perguntando de que região dos EUA eles eram… Bom, eles são brasileiros e de Goiânia. Pra quem achava que pra aqueles lados só se tocava sertanejo, a notícia estupefaz. Aqueles que se interessarem em chafurdar um pouco mais nos trabalhos do grupo podem conferir o MySpace da banda e a página deles no site Trama Virtual.