Tag Archives: indie

Mostra De Cinema Mundial Indie

2 set

80 filmes, 84 sessões, 19 países, 210 mil espectadores. É isto que promete o Indie Festival, maior festival de cinema independente do país, que começa hoje em Belo Horizonte.

Nesta edição o Espaço OI Futuro Klauss Vianna, o Cinema Humberto Mauro e o SESC Palladium abrigarão o evento. O festival contará com as suas mostras tradicionais: Mostra Mundial, Indie Brasil e Música do Underground. Este ano a diretora Claire Denis e os diretores Béla Tarr e Pierre Coulibeuf ganham mostras especiais e retrospectivas.

Aconteceu ontem o coquetel de lançamento do festival em que foi exibido o filme Daquele Instante em Diante, documentário que percorre a trajetória de Itamar Assumpção e eu já adianto que vale muita a pena prestigiá-lo.

Confiram aqui a programação do festival, que é gratuita e imperdível.

No Balanço do INDIE.10 – Parte 1

10 set

O EV! faz um balanço geral do que foi a 10ª edição do Indie – Mostra de Cinema Mundial

Acabou ontem a temporada belo-horizontina da  melhor festa de cinema independente do país e, nós do Extra Virgem!, já estamos com saudades. Como de praxe, o evento foi um sucesso e encheu, entre os dias 2 e 9 de Setembro, as salas do Cineclube Savassi, Usiminas Belas Artes, Cine Hmberto Mauro (Palácio das Artes), mas não mais as do Usina Unibanco de Cinema, que foi fechado (nãããããããõ!) há alguns meses. É uma lástima que não contemos mais com o Usina na programação: lembro-me bem como as noites de Indie costumavam lotar o local que, por si só, já possuía uma atmosfera indie e um ar de garagem cinematográfica extremamente aconchegante. O fechamento do Usina, no entanto, acarretou algumas mudanças (para além de concentrar a intensa movimentação do festival no Belas Artes) como a adição do teatro Klauss Vianna (no complexo do Oi Futuro à Afonso Pena, 4001, Belo Horizonte) ao esquema. Assim, ao visitar o Oi Futuro a fim de assistir a algum filme do Indie 2010, o cidadão também pôde conferir a exposição do FAD – Festival de Arte Digital (que o EV! também vai cobrir, com fotos e tudo, daqui a alguns dias) que também é interessantíssimo. O Indie 2010 agora é transferido para São Paulo, onde ficará em cartaz de 17 a 30 deste mesmo mês.

Assim, eu e o Leonardo, que nos envolvemos mais intensamente com o evento (intensamente até demais, como o leitor deve ter notado pela ausência no blog) soltaremos, ao longo dessa semana pós-Indie, algumas pequenas resenhas, com pôsteres, trailers e nossos pareceres pessoais do que consideramos os melhores filmes do evento deste ano. Afinal, para a maioria de nós, cinema independente de verdade de novo, só no ano que vem com o Indie 2011…

Pomplamoose

1 jun

A cantora americana Beyoncé deve ter faturado um bom capital com All the single ladies, um dos hits mais memoráveis de sua carreira. Não que a música tenha algo extraordinário que destaque seu ritmo ou letra de outras canções pop recentes. A repercussão do videoclipe é que ainda me intriga. Centenas de paródias e releituras pipocaram pela internet nos últimos tempos, com destaque à do pequeno Cory ou às de Justin Timberlake e Joe Jonas, dos Jonas Brothers (nessas últimas vi pouca ou nenhuma graça).

Esta semana, inclusive, entrou no ar o comercial da mega-rede de lojas C&A em que Beyoncé se desvencilha de lasers ao som da música. E não é que essa última versão ainda conseguiu figurar em blogs e sites por aí, esbanjando repercussão? Uma das versões, entretanto, chamou atenção de alguns internautas e usuários do youtube de plantão (como eu e, proavelmente, você): é a versão da dupla indie Pomplamoose. No mínimo, interessante:

Considero a melhor. Como se não bastasse esse upgrade folk/indie da famosa canção pop e uma vocalista muito bonitinha (confessem), a dupla também tem sua versão de La Vie En Rose:

Mrs. Robinson:

September:

Beat It:

E até o mais recente sucesso de Lady Gaga, Telephone (e ali vem a danada da Beyoncé de novo):

Dar uma fuçada no canal da dupla no Youtube não seria perda de tempo.