Tag Archives: lcd soundsystem

Ménage Cultural

24 fev

Um texto de Rafael Reis.

LCD Soundsystem is not playing at my house

Alexander, our older brother,
set out for a great adventure.

Arcade Fire

Foi em outubro de 2005 minha primeira viagem para um show. Arcade Fire, Strokes e Wilco tocariam no Tim Festival. Imperdível. Época de vacas magras, 4º período de faculdade, juntei umas economias e fui do jeito que deu: busão pro Rio de Janeiro, dormir de favor no chão da sala da casa de unsamigos de um amigo, comer apenas o necessário, voltar de carona com um recém conhecido, etc. Nada disso era problema, o importante era ver os shows, que foram fodas. Desde então, dificilmente passo um ano sem ver alguma apresentação legal de bandas que vêm para o Brasil. Felizmente, as vacas engordaram um pouco nesses 6 anos. Infelizmente, ainda é preciso gastar uma grana alta com viagens (fora o cansaço), pois BH continua à margem da cena artística contemporânea.

Minha mais recente aventura foi ver o show de despedida da banda norte-americana LCD Soundsystem, cujo líder, James Murphy, decidiu dar um tempo para tocar adiante alguns projetos paralelos. Diga-se de passagem, o LCD tocou em BH, salvo engano, em 2007. Não vi o show na ocasião, então só me restava pegar uma grana e ir pra SP, era a última chance…

Como tudo foi combinado em cima da hora, a viagem acabou ficando mais cara do que o normal. Saímos de BH na sexta, dia 18, às 11:40. Voltamos às 18:00 do dia seguinte. O show foi muito intenso e animado, a banda tocou suas melhores músicas durante aproximadamente 1 hora e 50 minutos. Para mim, faltou tocarem apenas “Watch the tapes”, do álbumSound of Silver. De pontos negativos, achei a produção muito desleixada: além do palco muito pequeno, o som estava bem ruim. Ouvia-se mal o vocal de James Murphy e a voz de Nancy Whang, tecladista com algumas participações vocais importantes, era quase inaudível. Uma pena.

Ainda não fiz todas as contas, mas juntando deslocamentos (avião + metrô + táxi + ônibus), hospedagem (Formule 1, tosco mas funcional), ingresso e despesas com bebida e alimentação, acho que foram uns R$ 1000. Caro? Muito, se pensarmos que foi apenas “uma saída”. Valeu a pena? Para mim, sim. Mas sempre fico na esperança de que um dia os produtores musicais de BH vão resolver entrar na briga pelosbons shows; que alguém construirá uma casa de shows decente; e que, principalmente, teremos público para isso aqui na roça. Quando isso acontecer, viajar será uma opção, não uma obrigação.

RIP LCD Soundsystem

7 fev

Como se não bastasse o anúncio do fim do White Stripes, agora é a vez do LCD Soundsystem anunciar seu término — banda já mencionada aqui e aqui. Em um comunicado oficial no site (em inglês), a banda americana anunciou que fará sua última apresentação no Madison Square Garden, em Nova York, no dia 2 de abril.  O show de despedida da banda liderada pelo produtor musical James Murphy será aberto pela banda Liquid Liquid.

Em 2010, LCD Soundsystem lançou o álbum This is Happening, que teve grande repercussão por ter vazado na internet antes do lançamento oficial. Entretanto, no comunicado oficial, James Murphy e sua trupe auncia: “Estamos nos aposentando desse jogo. Caindo fora. Seguindo em frente. Mas por mais uma noite, estaremos tocando com amigos e família por quase três horas, tocando coisas que nunca tocamos antes“. Mas é difiícil imaginar o que uma banda com um som tão diferente, uma mistura de eletro e punk rock, irá experimentar. Só vendo mesmo para sabermos. Para o “funeral” — com0 foi denominada a apresentação final — a banda pede que o público traje roupas pretas. Ou brancas Ou pretas e brancas. Pois,  “se esse é um funeral, vamos fazer o melhor funeral da história“.

Luz no fim do túnel

Há ainda um pouco de esperança pra quem quer ver a banda na ativa. O LCD Soundsystem passará por algumas cidade brasileiras neste mês:  Rio de Janeiro (17/2, no Vivo Rio), São Paulo (18/2, na Warehouse da Pacha) e Porto Alegre (20/2, na Casa do Gaúcho).  (As informações sobre os shows no Brasil foram retiradas do site da Rolling Stone.)


Estereoscópio – Tron & Tron Legacy + LCD Soundsystem

19 nov

Os filmes Tron (1982) & Tron Legacy (2010)

 

+

LCD Soundsystem, “Daft Punk is Playing at my House”