Tag Archives: ney matogrosso

Semana da MPB no EV! – Domingo (10/10/10)

10 out

Hoje termina a Semana da MPB no EV!. Nesta seção, ficou registrada toda minha admiração pelos cantores e compositores de nossa música, que me emocionam de uma maneira muito peculiar. Foram pouquíssimas músicas, frente a tudo aquilo que nossos artistas têm a nos oferecer. Mas tenho certeza de que foi uma seleção especial: algumas eram inéditas para alguns leitores, algumas já marcavam a vida de outros. Mas o mais importante foi abrir a porta que ainda separa muitos (principalmente jovens) de todo o tesouro musical brasileiro. Para terminar, uma lista de 10 músicas (para marcar o dia 10/10/10) variadas que, de alguma maneira, marcaram minha vida. Espero que tenham gostado! Viva a Música Popular Brasileira!

Rita Lee canta Doce vampiro, de sua autoria

Paula Toller canta Derretendo satélites, dela e Herbert Vianna


Bebel Gilberto e Cazuza cantam Preciso dizer que te amo, deles e Dé Palmeira


Mallu Magalhães e Marcelo Camelo cantam Janta, dele

Elis Regina canta Por toda minha vida, de Tom e Vinicius, trilha de Hable con ella, de Almodóvar


Rappin’ Hood Caetano Veloso cantam Rap du bom – Parte 2, de Hood


Dalva de Oliveira canta Que será, de Marino Pinto e Mario Rossi


Chico Buarque e Fernanda Porto cantam Roda viva, dele

Ney Matogrosso canta Veja bem, meu bem, de Marcelo Camelo


Caetano Veloso canta Fora de ordem, dele

Semana da MPB no EV! – Quarta-feira (06/10/10)

6 out

Hoje é dia dos conjuntos musicais. Mas não conjuntos comuns. Estes jovens conseguiram inovar o cenário musical, deixando sua marca em nossa música, cada um à sua maneira. Seja através do rock psicodélico e brasileiríssimo dOs Mutantes, ou das apresentações ousadas e extravagantes dos Secos & Molhados, ou da veia latina e poética dos amigos do Clube da Esquina, ou da variedade de ritmos dos Novos Baianos, autores do maior disco da história do Brasil (Acabou Chorare), segundo a Rolling Stone.

Panis Et Circences, escrita por Caetano Veloso e Gilberto Gil e performada pelOs Mutantes

Flores astrais, escrita por Ney Matogrosso e performada pelos Secos & Molhados

Clube da Esquina N° 2, escrita por Milton Nascimento, e Márcio Borges, cantada por Lô Borges

Brasil Pandeiro, escrita por Assis Valente e performada pelos Novos Baianos